Total de visualizações de página

terça-feira, 11 de novembro de 2014

Por que amor?

Por que tem que ser assim?
Por que sempre te encontro na hora errada?
Por que preciso sempre andar na sombra,
se no fim, acabamos na mesma estrada?

Às vezes tento entender os desígnios de Deus;
por que tanto amor, se ele já nasceu perdido?
Por que te coloca, novamente, em minha vida,
se esse amor, como antes, tem que ser escondido?

Tento vencer o tempo, lhe tirar do pensamento,
mas tudo que faço, tudo que tento, é em vão.
Quanto me sinto inerte, se no fundo da minha alma,
em todo sentimento, só te encontro em meu coração.

Nenhum comentário: