Total de visualizações de página

segunda-feira, 6 de maio de 2013

Um sonho que virou pesadelo

Estive pensando na minha vida, decidi zerar tudo que até hoje esteve presente. Recomeçar? Não, nem gostaria. Já não quero tentar, nem sonhar, muito menos refazer planos. Não há tempo pra isso e não quero mais me decepcionar com o mundo e com as pessoas.

Infelizmente, passei a acreditar que a melhor proteção contra decepções, é não se envolver, não se doar, muito menos amar. Não importa agora, o fato que tenha desencadeado isso em mim. O mais importante são as mazelas que ficaram. A esperança frustrada,  um sentimento de incapacidade e a dor da saudade.

Hoje estou completamente só. Por opção? Talvez tenha sido, sim. Mas, involuntária, quando optei por isso,  ao deixar minha realidade de lado e na primeira oportunidade, corri atrás dos meus sonhos. Quando inocentemente, acreditei que esses sonhos meus, fossem igualmente sonhados e daí, pudéssemos alçar vôos.

Essa é a história de um sonho que virou pesadelo; um coração inatingível, egoísta, que viveu apenas, olhando seu próprio umbigo; e eu, cheia de encantamento, fechei os olhos a tudo e não percebi.