Total de visualizações de página

terça-feira, 22 de julho de 2008


Indiferença

Tenho emudecido meu canto
tentado secar o meu pranto
aprendendo a sozinha, caminhar...
Vejo meu sorriso acanhado,
meu violão cada vez mais calado,
meus sonhos indo pra o ar.

O meu peito cada vez mais vazio,
meu quarto maior, mais sombrio
Tenho perdido a emoção...
Já não sinto mais alegria,
nessa minha vida vazia,
apenas, sinto a dor do coração.

Saudade do que pensei um dia
Ser tão meu, minha alegria.
Hoje resta em você, a indiferença,
e meus dias apenas são;
Choro a triste solidão,
Do tanto que é pra mim, sua presença.

Um comentário:

Defensor disse...

Salve,
Mesmo a indiferença é um estado passageiro... tudo passa, o amor e a esperança se renovam...